Sazonalidade & Agenda da natureza Ao ritmo da ZIC

107mm em 24 horas! É imensa a quantidade de água que o céu derramou sobre Caiena no último dia 17 de janeiro. Isso demonstra que o adjetivo úmido é apropriado ao clima tropical que reina na Guiana Francesa, onde a pluviometria anual se estabelece em média entre 1.700 mm no Noroeste e 3.800 mm na região de Cacau-Regina. À título de comparação, o centro da Bretanha recebe aproximadamente1400 mm de água por ano. Contudo, a Guiana Francesa não é uma país de monções: nela prevalece uma alternância das estações nas quais o parâmetro determinante não é nem a temperatura, nem o vento e sim, o nível das precipitações. Para entender o ritmo das estações nessa parte do globo, antes de tudo, convem explicar um fenômeno meteorológico bem conhecido dos especialistas: a ZIC, ou Zona  Intertropical de Convergência. No Atlântico Norte, sopram os alísios de Nordeste oriundos do anticiclone dos Açores. Ao Sul, o não menos conhecido anticiclone de Santa Helena produz por sua vez, os alísios de Sudeste. O encontro desses ventos se produz no centro de uma zona depressionária, nebulosa e úmida, comumente chamada de “equador meteorológico”. Nasce a ZIC. Grosso modo, a ZIC segue o equador geográfico; mais precisamente, essa zona de baixas pressões é situada em torno de 5 graus de latitude Norte. Mas são os deslocamentos da ZIC ao redor dessa posição que determinam o clima da Guiana Francesa : na verdade, ela tende à seguir o sol, rumo ...

Nos lecteurs ont lu ensuite

Il vous reste 71% de l'article à lire.
La suite est réservée à nos abonnés.
Vous avez déjà un compte ou un abonnement ? Se connecter
Souhaitez-vous lire cet article gratuitement ?
Créer un compte

Vous préferez lire Boukan en illimité ?
Je m'abonne
Logo payement
X
Le téléchargement des PDF des numéros n'est pas inclus dans votre abonnement
Envie de télécharger ce numéro au format digital ?

L'intégralité des articles et les PDF pour 29€ par an
Je m'abonne
Logo payement